Ouça as músicas - Innatura3

Cidade a Flutuar

Sigo seu rastro, plânctons na areia, lua cheia no mar | Praia vazia, corro atrás do vento | Tento te alcançar | Vou correndo | Tentando te dizer | Como é linda a luz que vem do teu olhar | Cidade a flutuar | Sigo cantando pra passar o tempo | Passos leves demais | Passo voando pela sua janela | Aquela que me faz | Ter saudade | Vontade de dizer | Como é bom olhar pro céu | Te ver voltar | Motivo pra sonhar. É tipo voar sem planador | Como um banho de mar que acalma a dor | Sentindo a brisa, correr sem camisa | Um vento na cara as vezes é tudo que se precisa | Ficar muito bem, se sentir zen | Ser o motivo da saudade e o sorriso de alguém | Flutuando por você | Vou dizer | Na areia o seu nome escrever | Só pra ver | O que não der prazer, a gente muda de assunto | No morro, no asfalto ou no cerrado | Tamo junto | Na mesma vibe, no mesmo pensamento | Naquela sintonia do nosso firmamento | Quem tá na city sabe bem | Que a gente quer flutuar também | Sem tirar os pés do chão e ir além | Deu vontade de dizer | Como é linda a luz que emana de você. Ter saudade, vontade de dizer | Como é linda a luz que vem do teu olhar | Cidade a flutuar.

fechar

Um que fazer

Procurava um que fazer | Então, senti uma saudade imensa | Pensando só em você | Amor é flor que dá até na pedra | É poeira que se alegra com o pé de vento | Se apaixona pelo pé de vento | Ao levantar do chão | Domingo choveu a beça | Até pensei em ficar quieto ou não | Você estava certa | Você estava certa.

fechar

Rainha Dourada

Ela segue seu caminho no seu tempo | Está desperta em qualquer situação | Ela cultiva tudo aquilo que se preza | Da carinho, amor e atenção | Ela conversa, é curiosa, é bem sabida | É muito amiga, é de família, uma mãezona | E lá no fundo, essencial | Sobe no palco, estrela brilhante | Rainha dourada do meu carnaval | Tanta riqueza a terra é gigante | Gira e balança no plano astral | Quando ela se entrega por inteiro | É tão especial | Quando ela mergulha lá no fundo | O papo é surreal | Ela viaja, fala outras línguas | E filosofa, sobre a vida | Ela conquista, é respeitada | Tantas idéias | Transcedentais.

fechar

Ragga Dance

Ragga, passo bem longe da política | E sem perceber seguindo a minha trilha | Sempre tô ligado na situação | Um olho no padre, outro no irmão | Eu minha gata e essa canção | Para tocar de leve no seu coração | Subiu o morro todo se encantou | Passa, passa a bola, roga o passageiro | Ragga, passa o ano vou pro Rio de Janeiro | Para desfilar na escola do seu coração | Passa, passo bem longe da política | E sem perceber seguir a mesma trilha | Sempre viajando por todo Brasil | Batidão sonoro vai batendo a mil | Eu e minha gata e um mic na mão | Fazendo som com o coração | Toda avenida vai se abrir | Para minha escola desfilar | O mundo inteiro vai descobrir | O que é o Brasil.

Bsb Bresil frero, multiple race différente poto | Ils avaient voulu me faire croire qu’on était tous egaut | Ah negro sortez de vos caniveaux | Do Rio de Janeiro, ao cerrado do Brasil | Brasilia a fait de nous des fils, le ciel est notre limite | la terre notre berceau | Avec des missions a accomplir, nous allons vous établir, décrire, écrire des chanssons, Pacômelézôtres, InNatura fais place a cette ragga | Vous faire rire non, je suis passé du sourire au sinistre, si possible vous éclaircir/qu’ici au Bresil | On a du style, mettez vous a carreaux sur cette ragga, sinon tu prendra une patate terre des mafio politiciens a la rigolote des vraies charlotte, a la connes qui parle Pacomelézotres | Les filles on kiffe, certain porte des chiffres | Carioca, brasilenses | Faisons la différence | Dance danse sur ma ragga!

fechar

Quero te encantar

Vai e vem, viva o embalo da vida na voz que canta | Vai e vem, vibra o tom da vida na corda da viola | Me alucina fico inteira com meu grande amor | Zeloso calmo e carinhoso | Quero te encantar | Vem meu bem | Minha estrela guia me orienta | Vôo além da luz do dia na cauda de um cometa | Desfrutando lindas noites com meu bem querer | Banhos de lua até o sol nascer | Dormir na rede.

fechar

Jacarandá do Cerrado

Não posso subir mais num pé de jatobá | A mãe já falou que o índio não tá mais lá | Eu fico aqui do planalto central do Brasil | A pensar no desmate que causam a nossa amazônia | Processo desordenado, vizando só lucro e dinheiro | Como é que eu vou fazer meu berimbau | Se a beriba que eu preciso | Não chega mais de lá | Salve a imbúia, o ipê, jequitibá | Massaranduba, mogno, jacarandá | Jacarandá do cerrado.

fechar

Brilho da Cidade

Aqui do alto, o brilho da cidade está tão lindo | Aqui do alto, o brilho da cidade está tão lindo | Aqui do alto, o brilho da cidade está tão lindo | Aqui do alto, o brilho da cidade está tão lindo... | Hoje a tarde me lembrei, olhando pela janela | Quanto tempo eu perdi, tentando explicar | As coisas da vida | Mas agora eu aprendi | O tempo passa e tudo passará | E nada importa tanto assim | Se lá no fundo existe o amor | Abro o meu interior | É sempre bom poder recomeçar | E não me apego ao que é ruim | Ó meu eterno grande amor | E não perco a esperança | A porta ainda está aberta | Com o melhor que há em mim | Seguindo meu caminho.

fechar

Velejo no Cumbuco

Tive um sonho lindo | Como posso te contar | Um perfeito encontro | Do vento com o mar | Velejar ao entardecer | Vendo a lua aparecer | Cheia de esperança | Vem o sol me receber | Sentimento brando | Que me fez equilibrar | O perfeito encontro | Do vento com o mar | Vento forte vem do mar | Deixo a brisa me levar | Sou cobra d’água, da terra e do ar | Como é bom sonhar | Como é bom viver | No espelho do vento | No coqueiro posso te ver | Vento, vento, vento | Que me leva o pensar | Vento, vento, vento | Me transforma no momento | Vento, vento, vento | A liberdade de voar | Vento, vento, vento.

fechar

A pé

Hoje consegui compreender | Que um grande amor me faz crescer | Quando o desejo vem, me leva além | E hoje eu consegui me entregar | Mesmo com a distância | E sem a dúvida | De que é longa a estrada | Pela eternidade | Vou a pé até alcançar o alto da montanha | Sobe, desce, cai e levanta na trilha | Tantos caminhos, diferentes, tudo em grande transformação | Fama, prestígio, status, desejo de espaço poder e ambição | A sombra da evolução | Solidariedade e talento se manifestando com cooperação | Buscando boa solução | Mudanças e revolução | Amor...

fechar

Walacoco

Instrumental

fechar

Passageira

Sou passageira, agora e sempre | Muito em breve, irei viajar | E chegando a hora da grande partida | Nave consciência, virá me buscar | Debaixo daquela cachoeira eu senti | O universo | E aqui, na terra, giramos sem compreender | Que tudo é um só | Mas na cidade grande, tenho que lutar, natureza humana | Todo homem aqui, cumpre seu destino | Todo homem aqui, tem a própria missão | Toda a vida aqui, vem no tempo certo | A sombra fresca de um lindo coqueiro | Em um dia de sol, refresca até a alma | Nada é tão maravilhoso na vida | Estar ao seu lado, vamos viajar? | Debaixo daquela cachoeira eu senti o universo | E aqui na terra giramos sem compreender | Que tudo é um só | Mas na cidade grande temos que lutar | Natureza humana | Todo homem aqui cumpre seu destino | Todo homem aqui, tem a própria missão | Toda vida aqui vem no tempo certo | O acaso não existe ao certo.

fechar

Respeitar o mundo

Mistério do mundo | Pode apagar sentimentos profundos | Não vamos lutar em vão, sem esquecer o valor da cancão | A vida é tão pura e bela, beleza da rosa amarela | Vamos pensar então | No valor de uma nova união | A intuição pode te levar | A encontrar na vida o sentido de amar | Sentir frio e calor com o coração | Respeitar o mundo espalhar a paz | Procure ficar atento a intenção do seu coração | O que importa é estar bem e feliz | E buscar sempre a evolução | As falhas e os erros acontecem | Pra nos mostrar o caminho das pedras | Não vamos lutar em vão | E buscar uma boa educação | A intuição pode te levar, a encontrar na vida o sentido de amar | Sentir frio e calor com o coração | Respeitar o mundo | Espalhar a paz, a paz | Para os irmãos.

fechar
Innatura3

01 - Cidade a flutuar

Letra

02 - Um que fazer

Letra

03 - Rainha dourada

Letra

04 - Ragga Dance

Letra

05 - Quero te encantar

Letra

06 - Jacarandá do Cerrado

Letra

07 - Brilho da cidade

Letra

08 - Velejo no Cumbuco

Letra

09 - A pé

Letra

10 - Watacoco

Letra

11 - Passageira

Letra

12 - Respeitar o mundo

Letra

Clipe oficial - Cidade a Flutuar

Instagram